Quem somos

HISTÓRIA DO CICLISMO NA REGIÃO DE SANTOS

HISTÓRICO REGIONAL

A história do ciclismo em nossa região, têm início em meados dos anos 30, com simplórias competições, desenvolvendo-se de forma mais gradativa com a construção de uma espécie de velódromo, situado na rua Galeão Carvalhal. Nesta fase o maior destaque entre os ciclistas foi Luiz Bezzi, vencedor das maiores provas ciclísticas da época, competições que haviam o apoio dos Jornais Diário de Santos (fora de circulação) e A Tribuna. Posteriormente a isto Luiz Bezzi seria um dos maiores motociclistas de nosso país, chegando ao título Sul-Americano. No início da década de 50, foi criada pela extinta Comissão Central de Esportes (C.C.E.), que na época correspondia a Secretaria de Esportes e Turismo nos dias atuais, à sub-comissão de ciclismo tendo sido indicado para a presidência o Sr. Hilário Diegues.

Diegues abraçou seu cargo com grande abnegação, conseguindo no ano de 1955, fundar a Liga Santista de Ciclismo (à primeira da modalidade no país), tendo como clubes fundadores, os extintos; Santos Moto Clube, C. A. Tocantins e Flor do Norte F.C., além dos ainda em atividade C.R. Saldanha da Gama, A.A. Portuguesa Santista, Afonso Pena F.C., Estiva A.C. e São Vicente P. C. Com a criação da Liga, o ciclismo ganhou força na região com grandes competições que acabaram por conduzir Hilário Diegues, a presidência da Federação Paulista de Ciclismo em quatro mandatos seguidos no período de 1967 à 1974 Grandes ciclistas foram formados em nossa região, como exemplo podemos citar, Osvaldo Tavares tetra campeão dos Jogos Abertos do Interior no período de 1958 à 1961, Ricardo Venturelli maior colecionador de títulos no ciclismo brasileiro, chegando a disputar três campeonatos mundiais em 1973, 74, e 75, sagrando-se também nestes anos, tri-campeão brasileiro de resistência, e integrando no ano de 1975 a delegação brasileira que participou dos Jogos Pan - Americanos na cidade do México.

No final da década de 70 e anos 80 mais cinco ciclistas de nossa região conseguiram se destacar em âmbito nacional e internacional, tornando-se campeões Brasileiros e Pan - Americanos; Sérgio de Carvalho Jr. em 79, vence o brasileiro de velocidade, tornando-se bronze no Pan do Uruguai, em 81 Robson Paterlini é campeão nas duas competições na prova de 4x70 Km, enquanto João Alberto Evangelista de Oliveira se torna Campeão Pan - Americano por equipes.

Já em 1984, Julio César Paterlini é vice-campeão Pan-Americano, na prova de resistência, enquanto Carlos Eduardo Carvalhal em 88, se torna campeão Brasileiro nas provas de 4x70 Km, Perseguição por Equipes e Resistência, representando no mesmo ano o Brasil no Campeonato Mundial de Ciclismo na Dinamarca mais precisamente na cidade Odense. Vale lembrar que os cinco conseguiram os títulos na categoria Juniores. Pela década de 1990, Julio César Paterlini, foi campeão Brasileiro adulto de resistência em 91, participando dos Jogos Pan - Americanos de Cuba(Havana) no mesmo ano, sendo pré convocado para os Jogos Olímpicos de Barcelona, na melhor fase como ciclista, teve à sua maior decepção enquanto atleta ao ser cortado à 30 dias dos Jogos por se envolver numa queda durante treinamentos na Bélgica, lesionando gravemente seu pulso direito, não havendo tempo hábil para sua reabilitação. Nos anos de 92,93 e 94, Douglas Garcêz Nunes, se torna tri-campeão dos Jogos Abertos do Interior, na prova de Critérium por pontos e Eliminação. Carlos Carvalhal no ano de 1992, voltaria à se destacar no ciclismo nacional sendo vice-campeão da prova ciclística "9 de Julho", enquanto seu irmão Luis Henrique Carvalhal, vence o campeonato Brasileiro adulto de pista nas provas de velocidade e perseguição por equipes. Na categoria feminina, destaques surgiram na década de 90, com o Tetra-Campeonato Brasileiro de Resistência, de Carla Camargo Gardenal no período de 1993 à 1996, culminando com sua participação no Mundial Feminino realizado na Colombia no ano de 96. Carla ainda participou de três campeonatos Pan- Americanos e dois Sul- Americanos neste período. Em 1997 Nelma Raizer consegue mais um título nacional para nossa região ao conquistar o Brasileiro de Contra o relógio individual em Londrina Paraná.

Dentre as competições mais importantes realizadas pela Liga Santista de Ciclismo, estão à tradicional "Julio Barreto de Souza", "GIBS"(Giro de Integração da Baixada Santista), Prova Ciclística "Duque de Caxias", G.P. 100 Km Jornal "A Tribuna", "12 Horas de Santos" e o "Torneio de Verão de Ciclismo". Além destes eventos a Liga trouxe por duas ocasiões a tradicional prova "9 de Julho", nos anos de 1980 sendo este realizando a subida pela Rodovia dos Imigrantes até São Paulo e 1997 circuito realizado no centro da Cidade de Santos. À partir do ano de 1998, o Torneio de Verão e os 100Km do Jornal "A Tribuna", fazem parte do Ranking Nacional. Destaque maior ao Torneio de Verão de Ciclismo, que à partir de 1995, passou ao status internacional com presença de ciclistas da Argentina, Uruguai, Chile, Portugal, Estados Unidos e Itália, o colocando em evento 5 estrelas pela Confederação Brasileira de Ciclismo.

 
   
Liga Santista de Ciclismo
Filiada.:
Tel.: (13) 99711-1779
E-mail: lsciclismo@lsciclismo.com.br
 
Desenvolvido por : Portal Weeb.com
A lot of people buy the Rolex Submariner replica watches sale over other Rolex replica watches sale because of its Glidelock adjustment system. The idea is that you can micro-adjust the size of the bracelet within a few millimeters on the fly. This means that as your wrist naturally expands, you can re-size the bracelet with ease, or increase the size of the bracelet to be worn over a jacket or dive suit. The design and comfort of the bracelet should not be under-estimated, nor should you ignore these elements as a major selling point behind this model of Rolex fake watches. Sadly rolex replica uk doesn't offer the Glidelock system with even similar watches such as the Explorer II - though you can get it in the beefier Deepsea models. Now it all comes down to cost in the end. For some people rolex replica sale Submariner is a cheap daily wear, but for many people it is an item of aspiration with a price in the several thousand dollars.