Com 4 pódios, Brasileiro de Ciclismo de Pista Elite começa com força total em Maringá, no Paraná

Equipe Memorial/Santos foi um dos principais destaques do primeiro dia somando 2 ouros e 2 pratas. Competição segue até domingo (2).

Por Imprensa FPC
Brasil / Notícias


O primeiro dia do Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Pista Elite 2015 começou com força total no Velódromo de Maringá (PR). As primeiras disputas começaram com as tomadas de tempo para as provas de Perseguição Por Equipes Masculina e Velocidade Por Equipes Masculina e Feminina, classificando os quatro melhores tempos para as finais, realizadas no período da tarde. A definição dos primeiros campeões nacionais de 2015 aconteceu ainda pela manhã, durante a prova de Perseguição Por Equipes feminina.

Equipe Memorial/Santos (Crédito: Thiago Lemos/CBC)

A vitória foi da equipe Memorial/Santos, que contou com as atletas, Ana Paula Polegatch, Camila Coelho, Valquiria Pardial e Wellyda Rodrigues, cruzando a linha de chegada em 5min20s529. O time da baixada santista paulista foi seguido pelo Team Osasco (5min28s894), formado por Daniela Lionço, Gisele Gasparotto, Silvia da Silva e Viviane dos Santos, e pela Escolinha de Ciclismo Suzano (5min49s169), que teve Adriana Lobo, Luzia de Oliveira, Paula Proença e Rebeca Fonseca.

Na disputa masculina, no período da tarde, melhor para a São Francisco Saúde/Biosev/Ribeirão Preto, que venceu com o tempo de 4min42s690 graças ao talento de Thiago Nardin, Maurício Knapp, Caio Buoni e Douglas Ribeiro. A Memorial/Santos voltou ao pódio, na segunda colocação, com Armando Camargo, Edson Ponciano, Robson Ribeiro e Endrigo Pereira. Em terceiro ficaram Luis Carlos Amorim, Joel Candido, Raul Estevinho e Sidnei Fernandes, do Team Osasco.

Pódio Velocidade Por Equipes (Crédito: Thiago Lemos/CBC)

“Ganhar uma medalha de ouro já na primeira prova e fazendo uma das provas que eu mais gosto de fazer, perseguição por equipes, é bastante gratificante. Fico feliz porque chegamos sem muito entrosamento, treinamos mais ontem, buscando melhorar o máximo possível. Até perdemos o Rodrigo num acidente que ocorreu mais cedo, tivemos que colocar o Caio de última hora e ele representou muito bem a equipe, foi boa a estratégia dele iniciar e ditar o ritmo pra gente dar continuidade depois”, contou Thiago Nardin, que integrou a seleção brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Toronto/2015, e nesta quinta-feira (30) busca o tetracampeonato na perseguição individual.

No fim da tarde foi realizada a disputa pelo título da prova de Velocidade Por Equipes. No masculino, o time do Ciclo Clube Romeo, formado por Davi Romeo, Gustavo da Silva e William Reuzi venceu a prova, que conta com 3 voltas no Velódromo, com 48s478. A prata ficou pela segunda vez com a Memorial/Santos, que teve Leandro Larmelina, Robson Ribeiro e Wallassy Souza, fechando a prova em 49s211, e o bronze foi para a São Francisco Saúde/Biosev/Ribeirão Preto, que contou com Caio Buoni, Douglas Ribeiro e Matheus Moraes, finalizando em 49s793.

Na Velocidade Por Equipes feminina, mais um ouro para a equipe Memorial/Santos, que contou novamente com a força de Wellyda dos Santos, integrante da seleção brasileira, e Maira Barbosa, fechando as duas voltas da prova em 37s487. O segundo lugar ficou com os donos da casa, o Clube Maringaense de Ciclismo, que viu Alice Melo e Ana Paula Casetta cruzarem a linha de chegada em 38s907. Completaram o pódio Andrea Marques e Viviane dos Santos da SMEL/Araçatuba/Vzan, com o tempo de 39s897.

“Agradeço muito a oportunidade que o Cláudio me deu de integrar a equipe, e também as meninas por tudo, elas são excepcionais. Foi muito gratificante levar dois ouros. O brasileiro está cada vez mais nivelado desde a categoria júnior. Tenho mais duas provas para competir e espero que venha mais alguma medalha”, disse Wellyda Rodrigues, que em setembro encara o Pan-Americano da modalidade.

Os atletas voltam a acelerar nesta quinta, com disputa por medalhas nas provas de Perseguição Individual masculina e feminina, além das etapas classificatórias da Velocidade Individual e primeiras disputas das provas do Paraciclismo.

Entenda o Ciclismo de Pista

Prova de Velocidade Individual – A primeira parte da prova acontece com uma tomada de tempo que classifica os melhores atletas para as finais. Para isso, todos os atletas dão três voltas sozinhos na pista, com os últimos 200 metros cronometrados. Após esse primeiro momento, a prova é sempre disputada por 2 atletas no confronto, com exceção para a repescagem (3 atletas) e disputa de 5º a 8º lugar (4 atletas).

Prova de Velocidade Por Equipe – A prova é uma competição por equipes, com três representantes por time, no qual cada atleta é responsável por uma volta dentro do velódromo e a equipe que marcar o melhor tempo na somatória dessas três volta é declarada campeã.

   
Liga Santista de Ciclismo
Filiada.:
Tel.: (13) 99711-1779
E-mail: lsciclismo@lsciclismo.com.br
 
Desenvolvido por : Portal Weeb.com